75% dos consumidores presentearão neste Natal, diz Instituto de Economia ACIF

01/12/2017

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Economia ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca) revelou que 75,2% dos entrevistados pretendem consumir neste Natal. O percentual está acima do verificado no mesmo período do ano anterior, quando 64,52% dos consumidores pretendiam realizar compras de fim de ano.

“O alto índice de entrevistados que comprarão presentes para o Natal é consonante à melhora nas expectativas do consumidor para o próximo ano. Segundo o Índice de Confiança do Consumidor - medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) - após 3 anos de perda de confiança da demanda, neste mês de novembro o índice registrou novamente uma expectativa positiva” afirma Adnan Jebailey, economista da ACIF.

Além disso, a pesquisa apontou que 66,6% dos entrevistados gastarão valores iguais ou maiores do que no ano anterior. Fatores como estar empregado e/ou possuir filhos influenciaram positivamente a compra de presentes, conforme análise realizada pelo Instituto.

“De fato, uma pequena melhora na geração de empregos é fator determinante para o consumo. Contudo, outras variáveis devem ser levadas em consideração, como a queda da inflação, que aumenta o poder de compra das famílias, e a baixa taxa de juros, que injeta investimentos e recursos no circuito econômico” diz Adnan.

Quanto aos tipos de presentes mais procurados, o vestuário (roupas e sapatos) ficou em 1º lugar com 59,4% da intenção de compra (75,5% em 2016), seguida pelos brinquedos, com 15,5%  (44,16% em 2016). “A queda no percentual dos itens como roupas e brinquedos, aponta para uma diversificação nos itens de compra. A busca por eletrônicos, como tablets e celulares, é uma métrica dessa alteração”, explicou o economista. É válido ressaltar que 12,4% dos entrevistados ainda não sabem com qual produto presentearão; 4% optarão por eletrônicos e 3,6% por perfumes e maquiagens. Os demais percentuais estão diluídos em itens como eletrodomésticos, livros e outros.

A pesquisa realizada pelo Instituto de Economia da ACIF aconteceu entre os dias 13 e 25 de novembro em pontos de fluxo comercial nas regiões Norte, Sul, Leste, Central e no centro de compras do Shopping do Calçado de Franca. Foram ouvidas 594 pessoas com idades acima dos 16 anos.

 

Formas de pagamento

 

Quanto à forma de pagamento, 63,8% das pessoas afirmaram que pretendem realizar os pagamentos à vista no dinheiro ou cheque. 4,2% também pretendem pagar à vista, mas no cartão de débito. O cartão de crédito foi mencionado por 31% dos consumidores; 0,8% vão utilizar carnê e 0,3% cheques pré-datados. “Um dos destaques dessa análise é a utilização do pagamento à vista. Isso acontece uma vez que a compra de presentes pressupõe itens de baixo valor, como roupas”, afirmou Adnan.

Quanto aos fatores de influência no momento da compra, os consumidores afirmaram que descontos/preços (63,5%) e bom atendimento (23,5%) serão seus principais motivadores.

 

Horário de Funcionamento

 

A pesquisa apontou correlação positiva entre a compra de presentes e o horário estendido do comércio: 65,7% dos entrevistados disseram ser válido o funcionamento do comércio até as 22h, durante o mês de dezembro.

Fonte: Assessoria de Imprensa ACIF

  •