Cuidados no Home Office

28/12/2020

Desde o começo da quarentena no Brasil empresas foram estimuladas a flexibilizar a rotina de trabalho de seus funcionários e muitas adotaram o modelo home office. Sabemos muito bem dos riscos que o COVID19 pode oferecer à nossa saúde, porém é importante ficarmos atentos aos danos que o home office oferece nesse momento de estresse e fragilidade.

Além dos riscos informacionais e de proteção de dados, estamos sujeitos aos prejuízos na saúde tanto mental, quanto física (o qual iremos abordar nessa matéria). No momento que o profissional se vê em um ambiente de trabalho doméstico, automaticamente, o mesmo apresenta uma postura mais relaxada e descontraída, diferente do que apresentaria em seu escritório ou quando compartilhando o espaço físico com outros colegas. Essa postura pode comprometer diretamente as barreiras emocionais e familiares.

Para começar uma rotina de home office de maneira saudável, o ideal é que se estabeleça rotina, assim como o profissional teria no escritório, com hora para acordar, se alimentar com o café da manhã, tomar banho, se vestir adequadamente, respeitar os intervalos das refeições e o fim do expediente de trabalho. A escolha do ambiente também é fundamental nesse processo, escolha um ambiente silencioso e com boa luminosidade, de preferência um escritório, mas evite trabalhar no quarto ou no sofá (isso pode comprometer inclusive sua qualidade de sono).

Quando orientamos o paciente sobre os cuidados do home office, um dos principais pontos abordados é a questão postural, visto que muitos relatam dores ortopédicas associados com a má postura, principalmente dores nas costas, no pescoço, fadiga ocular e dores de cabeça. Segundo relatório da FGV de julho de 2020, apenas 15,9% dos trabalhadores receberam suporte das empresas para trabalhar em casa, como segue a NR-17 do Ministério do trabalho.

Algumas orientações básicas que podemos dar em relação à postura:

Busque uma cadeira confortável, que consiga manter os pés no chão e os joelhos em um ângulo de 90 graus;

Mantenha a coluna ereta, seus braços e cotovelos devem ficar também em uma angulação de 90 graus, com os antebraços apoiados na mesa;

A tela do computador deve estar em linha reta com seus olhos, mantendo a cervical ereta;

Programe pausas de 5 minutos a cada hora para exercícios de respiração e alongamentos (isso irá inclusive aumentar sua produtividade);

Faça alongamentos e corrija sua postura sempre que se sentir cansado ou com algum desconforto.

O ideal é que esses exercícios de alongamento sejam orientados por um profissional de fisioterapia ou educação física, porém por questão de acessibilidade temos várias cartilhas e vídeos educativos sobre o tema na internet. Em caso de dor intensa ou outros sintomas busque ajuda médica.

Dr. Felipe Kaluf de Andrade, CRM 209.248, Nutrologia e Medicina Esportiva

Fonte: ACIF em Revista de Dezembro/2020

  •